Quando e como trocar o pneu do caminhão (1)

Uma dúvida recorrente — e muito pertinente — entre motoristas é sobre a hora certa de trocar o pneu do caminhão. Afinal, o que vale mais: a garantia, a experiência do condutor ou o os sinais que o veículo apresenta? Todos esses fatores são válidos. Mas será que trocamos todos os pneus? Já isso dependo de vários fatores, como a carga transportada e o tipo de estrada pelo qual circula o veículo. Saiba mais sobre esse assunto neste post, explicaremos quando e como trocar o pneu do caminhão. Confira!

Como conservar o pneu do caminhão?

A primeira coisa que você deve levar em conta é a pressão designada para os pneus. Se ela não estiver de acordo com a quantidade ideal, faça um ajuste e coloque a pressão indicada.

Outro fator importante é o desgaste desigual — algo que acontece quando um pneu está em um nível mais baixo do que o outro. Para corrigir isso, é preciso verificar o balanceamento de veículo e consertar qualquer tipo de desalinhamento.

Além disso, é preciso tomar cuidado com estradas cheias de buracos e calombos, que ajudam a acabar rapidamente com a vida útil do acessório.

Quando trocar o pneu do caminhão?

Fique de olho em qualquer bolha ou corte que apareça. Vale a pena observar também o Tire Wear Indicator (TWI), pequenos ressaltos existentes entre os sulcos dos pneus que indicam o desgaste.

  • Um pneu novo tem cerca de 8 milímetros de espessura;
  • Um pneu meia-vida tem cerca de 4 milímetros de espessura;
  • Um pneu fim de linha tem cerca de 1,6 milímetro de espessura — a espessura exata do TWI.

Não teime em rodar com o veículo se o pneu apresenta essas características, pois você terá sérios problemas até com uma simples frenagem. Sendo assim, troque o item imediatamente — e, se for preciso, troque os demais.

Como trocar o pneu do caminhão?

Chegou a hora de trocar o pneu do caminhão. Nesse momento, é válido conversar com companheiros de profissão e mecânicos experientes, pois hoje existe uma vasta quantidade de marcas e modelos de pneu disponíveis. Uma boa filtrada do que está no mercado é essencial.

Pense no custo-benefício e se lembre sempre de que itens muito baratos podem sair caro em alguns poucos meses. Leve em conta, também, todos os aspectos técnicos, como o tipo, a pressão, o veículo e a espécie de carga que é transportada. Não se esqueça de fazer a troca em uma mecânica de qualidade, que dê garantia e todos as dicas para a conservação dos acessórios.

Um caminhão tem vários itens que devem ser verificados constantemente, e você não deve ser negligente com os pneus do caminhão. Às vezes, motoristas dão mais importância ao motor, aos amortecedores, à suspensão ou à transmissão. Lembre-se de que um pneu defeituoso pode acarretar vários grandes problemas, como desequilíbrio de peso, forçamento de amortecedor, além de poder causar um sério acidente.

Agora que você já sabe quando e como trocar o pneu do caminhão, conte para a gente: o que você faz para garantir a manutenção do seu caminhão? Compartilhe suas experiências com a gente no campo de comentários!

 

Deixe um comentário