manutencao-de-caminhao-5-sinais-de-que-seu-veiculo-precisa-de-uma.jpeg

Uma das maiores dificuldades para o profissional é manter o caminhão em perfeito estado, afinal eles têm uma estrutura complexa e suas peças de reposição são bastante dispendiosas. No entanto, independentemente da marca e do modelo, uma hora os problemas surgem e quem não evitá-los pode acabar com sérios prejuízos.

A manutenção preventiva é uma boa forma de economizar um bom dinheiro e minimizar os riscos de ficar a pé na hora em que você mais precisar. Quer descobrir como não errar na hora da manutenção de caminhão? Então conheça esses 5 sinais de que o seu veículo precisa de uma! Confira:

Perda de força no motor

A perda de força no motor é um dos sinais mais graves que um veículo pode apresentar, pois, além do risco de quebra, há ainda a possibilidade de não ter o torque suficiente para uma ultrapassagem, por exemplo. Por isso, se você notar que o caminhão está com mais dificuldades para subir uma ladeira que antes ou se ele não está desenvolvendo a velocidade adequadamente, é hora de prestar atenção.

Busque ajuda profissional de um mecânico de confiança para identificar a causa do problema. Ela pode ir desde questões de simples resolução, como filtros de ar sujos, combustível de má qualidade ou mangueiras com defeito, até causas mais complexas, como falhas no módulo de injeção ou na bomba de combustível.  

Fumaça com cor diferente

Se o seu veículo está soltando fumaça de cor diferente, certamente você deve pensar na manutenção de caminhão. Ao contrário do que muitos condutores pensam, você não precisa se preocupar apenas quando ela estiver escura: mesmo branca ou acinzentada, ela pode indicar que as coisas não estão andando bem.

As causas podem ir desde problemas no catalizador ou no cano de descarga até excesso de entrada de óleo. Não é fácil visualizar o problema, pois o motorista está na boleia, mas você pode pedir para um amigo observar o aspecto da fumaça ou aproveitar quando estiver parado na garagem ou no posto.

Impurezas no óleo

É muito importante verificar sempre o óleo, pois ele garante um bom funcionamento mecânico e aumenta consideravelmente a vida útil do motor. Diferentemente do que ocorria há alguns anos, os óleos mais modernos respondem bem a diversas temperaturas e atuam com precisão durante toda a quilometragem indicada pelo fabricante. Porém, isso não quer dizer que você não deve verificar sua cor e seu aspecto com frequência.

Se ele estiver com resíduos metálicos, chamados popularmente de “limagem”, pode ser um sinal de que existem problemas com os ímãs do motor, que provavelmente estarão com atritos irregulares. Ao observar esses itens em suspensão no lubrificante, é bom fazer uma investigação, pois algo não está funcionando adequadamente.

Desgaste irregular de pneus

A manutenção de caminhão é sempre indicada quando há o desgaste irregular dos pneus, pois, embora sejam pouco valorizados por alguns condutores, esses itens são essenciais para a segurança. Uma análise mais precisa é fundamental, pois essa situação pode indicar diversos problemas.

Entre os mais comuns estão problemas no alinhamento, balanceamento desregulado, distribuição irregular de peso, excesso de carga no transporte, vias esburacadas e contato irregular com o solo, entre outros. Não brinque com isso!

Caminhão pulando

Um caminhão “quicando” demais pode indicar que existem problemas com os amortecedores. Esses itens são mais importantes do que parecem: quando estão em mau estado, podem prejudicar o desempenho, gastar excessivamente os pneus, causar desconforto para o caminhoneiro e quebrar em curvas, causando acidentes.  

Observar o funcionamento ao passar em lombadas, pois sua função básica é segurar a suspensão, usando o feixe de molas para reduzir o impacto. Se o veículo ficar mexendo para cima e para baixo, pode ser um sinal de que a hora da troca chegou: procure ajuda profissional e não adie a compra de novos produtos.

Esses são os sinais que indicam que seu veículo precisa de uma manutenção de caminhão o quanto antes. E você, já observou alguns deles na estrada? Conte para nós nos comentários!

Deixe um comentário