E se um veículo da frota for multado, o que acontece?

Bus ticket

Se você gerencia frotas, muito provavelmente já teve a dor cabeça de lidar com um veículo multado. O que fazer nessas horas? Para saber a resposta, leia o nosso post de hoje! Aqui listamos algumas dicas para ajudá-lo a prevenir, controlar e proceder em caso de ocorrência de multas. Confira!

A multa e a multa NIC

Antes de qualquer coisa, é preciso entender que a pessoa jurídica que tem veículos em seu nome não precisa indicar o condutor quando sofre alguma multa. Mas, nesse caso, é gerada uma nova multa com a não informação do motorista, conhecida como Multa por Não Indicação de Condutor (multa NIC).

Essa multa, prevista no artigo n° 257 do Código de Trânsito Brasileiro, tem o mesmo valor que a multa original — ou seja, ao não indicar o infrator, a empresa deverá pagar 2 multas com o mesmo valor. Além disso, em caso de reincidência de não informação do condutor em um período de 12 meses, a nova multa NIC será gerada com o dobro do valor da multa original.

Portanto, é muito importante adotar medidas para controlar a frota e evitar esses gastos. Confira abaixo algumas dicas:

Como evitar multas em sua frota

Informe o condutor

A medida mais eficaz para evitar a geração das multas NIC é realizar o controle de uso dos veículos da frota, visando indicar o condutor que cometeu a infração de trânsito.

Isso pode ser feito por meio de planilhas que indiquem o nome do condutor, o horário e a data em que veículo multado foi usado, acompanhado de um termo de responsabilidade. Há também, no mercado, softwares que fazem estes controles.

Importante lembrar que o repasse, tanto dos pontos quanto do valor da multa, deve estar previsto no contrato e no acordo de trabalho, evitando assim demandas judiciais por cobrança indevida.

Controle as multas

Ainda que se informe os condutores que ocasionaram as multas, é preciso adotar procedimentos que, além da identificação, permitam saber os vencimentos das multas permitindo o pagamento antecipado, que gera uma economia em torno de 20%.

Faça campanhas de conscientização

Mesmo que se adotem as medidas acima, é importante conscientizar os condutores para evitar a ocorrência de infrações, uma vez que os repasses dos valores das multas aos funcionários poderá gerar insatisfação.

Controle a frota

Há, no mercado, diversos dispositivos que permitem controlar o uso dos veículos, inibindo muitas ações erradas de motoristas. Alguns exemplos são as câmeras de monitoramento instaladas no interior dos veículos, que podem contribuir para fundamentar análises Investigações em casos de multas ou mesmo de acidentes.

Há também sistemas de monitoramento por GPS, que podem informar remotamente quando os veículos ultrapassam a velocidade definida além, é claro, da sua localização.

Faça manutenção dos veículos

Realizar a manutenção preventiva dos veículos também pode ajudar a evitar multas. Com esse tipo de atitude, muitos problemas mecânicos — como a indicação errada da velocidade do veículo no velocímetro — são evitados.

Agora conte para a gente: a sua empresa adota alguma medida para evitar veículo multado? Quais métodos são usados? Deixe o seu comentário!

Deixe um comentário