caminhoneiro-voce-conhece-as-condicoes-adversas-de-transito.jpeg

Vida de caminhoneiro não é fácil. Além da rotina puxada, ainda é preciso lidar com as condições adversas do trânsito brasileiro e os motoristas profissionais estão expostos a riscos durante todo o tempo em que estão trabalhando.

No nosso post de hoje, você conhecerá alguns dos desafios enfrentados no trânsito pelos caminhoneiros e como dicas de como superá-los. Acompanhe!

Luz

Tanto o excesso quanto a falta de luz aumentam os riscos no trânsito, pois ver e ser visto é fundamental para uma direção segura. Os principais problemas de luminosidade são:

Ofuscamento

Quando nossa visão é ofuscada por faróis altos ou desregulados, perdemos momentaneamente a noção de direção. Foque na faixa da direita sempre que isso acontecer; assim, você diminui o ofuscamento e não perde a referência da pista. Nos casos de ofuscamento pelo sol, utilize o quebra-sol e reduza a velocidade. Se possível, programe sua viagem para acontecer fora desses horários.

Falta de luz

É muito frequente que, durante chuvas intensas, dias de céu nublado e a transição da tarde para a noite e da noite para o dia, aconteça o  fenômeno chamado de lusco-fusco. Nessas situações, o melhor a fazer é ligar o farol baixo, para melhor a visibilidade.

Condições climáticas

O clima também pode influenciar a segurança no trânsito. Veja abaixo as condições climáticas que requerem atenção do motorista:

Chuva

A chuva deixa a pista escorregadia, cria risco de aquaplanagem e forma poças de água que podem esconder buracos. Isso tudo além de diminuir sensivelmente a visibilidade. Nessas condições, é necessário ficar alerta, diminuir a velocidade, ligar os faróis baixos e aumentar a distância em relação ao veículo da frente.

Se chover granizo, o ideal é parar o carro em um local seguro e aguardar. Ao ocorrer aquaplanagem, evite usar os freios e realizar movimentos bruscos com o volante.

Neblina

Nos casos de neblina, acenda a luz baixa, reduza a velocidade e aumente a distância em relação ao veículo da frente. Utilizar o farol alto pode causar ofuscação, pois a luz reflete nas partículas de água da neblina.

Vento

Ventos fortes podem causar perda de estabilidade e, em casos extremos, até mesmo retirar o veículo de sua trajetória. Quando notar movimento forte das árvores à beira da estrada ou quando houver sinalização correspondente, reduza a velocidade.

Vias

Os principais cuidados nas vias são obedecer às regras de trânsito e ficar atento a algumas práticas de direção defensiva, para garantir a segurança de todos.

Durante as curvas, a força centrífuga tende a jogar o veículo para fora; quanto maior a velocidade, maior o seu efeito. Por isso, diminua a velocidade com antecedência antes de entrar na curva e vire o volante em um movimento constante e suave.

Nunca desligue o motor nas descidas (a famosa prática de “descer na banguela”), pois os freios não funcionam adequadamente com o caminhão desligado. Além disso, sempre que houver condições que requeiram atenção, como estreitamentos, materiais na pista, ou condições ruins da via, diminua a velocidade e redobre sua atenção.

Trânsito

No trânsito, todos os usuários devem fazer a sua parte, respeitando as leis de trânsito e os demais agentes. Ao dirigir, o motorista de caminhão deve sentir-se responsável pela segurança dos pedestres e daqueles que estão nos veículos menores, pois estão mais vulneráveis aos riscos.

As ultrapassagens só devem ser realizadas nos locais permitidos e, mesmo assim, quando houver visibilidade suficiente e certeza absoluta de que a manobra dará certo.

Veículo

Quando não estão em perfeitas condições de uso, os veículos que transitam nas vias se transformam em verdadeiras armas, capazes de causarem verdadeiros desastres. O caminhoneiro deve ter extrema atenção à manutenção preventiva do seu veículo e sempre inspecionar os itens mais importantes, como pneus, freios, fluidos, direção e iluminação.

Condutor

Todo motorista deve estar em plenas condições de saúde, devido à importância da concentração e dos reflexos. Mantenha hábitos saudáveis, adotando uma alimentação balanceada, fazendo exercícios e dormindo o suficiente para que seu corpo se recupere do dia de trabalho.

Dirigir, por si só, é perigoso, e é papel de cada um de nós adotar hábitos de direção defensiva para que possamos transpor com segurança todas as condições adversas do trânsito.

E você? Já mantém uma postura de direção defensiva nas estradas? Conte para a gente nos comentários do post!

Deixe um comentário