6 cuidados com alimentação para caminhoneiros na estrada

A alimentação para caminhoneiros deve ser equilibrada em nutrientes, para que os motoristas tenham saúde e disposição para encarar as horas no volante. É comum o condutor ter um zelo especial com o caminhão, para que as peças estejam sempre em dia, mas nem sempre cuidar do próprio corpo. Para que você saiba fazer as escolhas certas na hora de comer e pegar o trecho com todo o gás, confira as dicas a seguir:

Faça as 3 refeições diárias

A vida de caminhoneiro, como você bem deve saber, é muitas vezes imprevisível. Nem sempre dá para comer em horários regulares. Ainda assim, busque fazer as chamadas 3 refeições do dia:

  • Café da manhã;

  • Almoço;

  • Jantar.

Busque parar em algum posto ou restaurante, mas não fique horas seguidas sem se alimentar, pois esse tipo de atitude pode causar queda de pressão, sonolência e risco de perda de atenção na direção.

Garanta uma alimentação rica em frutas e verduras

Nos estabelecimentos de beira de estrada, é comum encontrar muitas frituras e outras comidas gordurosas. Fuja dessas opções! Dê preferência para arroz, feijão, carnes leves — como frango e peixe —, além de frutas e verduras. Busque ainda reduzir o consumo de sal e de açúcar.

Fique atento à procedência

Muitos caminhoneiros já tiveram problemas intestinais por comer alimentação estragada ao longo do trecho. Como a demanda nesses restaurantes é muito variável, é comum encontrar pratos que já estejam há bastante tempo no refeitório. Por isso, fique atento ao aspecto do alimento para não comprar gato por lebre.

Troque informações com colegas sobre os locais que oferecem melhor alimentação para caminhoneiros. Para evitar problemas, alguns motoristas até preferem preparar a própria comida.

Beba água para evitar a desidratação

Enquanto não é recomendável beber água durante as refeições, para não dilatar o estômago, o consumo desse líquido é essencial ao longo do dia. Beba ao menos 2 litros de água diariamente. Nos dias de muito calor, é importante se hidratar ainda mais. A água é uma substância importante para tirar as toxinas do corpo.

Faça uma boa digestão

Comer pratos pesados, como feijoada e churrasco, é esperar quase na certa por uma digestão difícil. Como o sangue se concentra na região da barriga, na hora do corpo digerir os alimentos, ocorre da pessoa ter um pouco de sonolência. Isso sem contar um possível mal-estar. Como você tiver que pegar a estrada logo após a refeição, não é bom consumir comida que terá uma digestão demorada.

Não perca a atenção na cabine

É recomendável que os indivíduos façam pequenos lanches entre uma refeição, porém, fazer isso na boleia do caminhão pode ser um tanto perigoso. Se você tiver biscoitos, em um recipiente de fácil acesso, ou um suco que possa ser tomado em um copo com canudo, até pode fazer um lanche rápido.

Porém, lembre-se de que qualquer desatenção no volante pode aumentar o risco de acidentes. Logo, se possível, evite comer enquanto dirige.

Como você pôde ver, alguns cuidados devem ser tomados na alimentação dos caminhoneiros para que os motoristas possam viajar com tranquilidade e disposição no trecho.

Como você faz para se alimentar quando está na estrada? O que mais consome? Conte para a gente nos comentários do blog. Participe!

 

Deixe um comentário