banner_linha2017_sem_texto

Ficar muito tempo na estrada, rodar inúmeros quilômetros por dia sem nenhuma paradinha para descanso, dirigir em posições ruins, se alimentar no primeiro restaurante que encontra: além dos desafios diários da profissão, o caminhoneiro ainda tem muitos motivos para se preocupar com sua saúde.

Se você enfrenta essas dificuldades e quer saber como melhorar sua qualidade de vida na profissão, continue lendo o texto de hoje e confira alguns hábitos que acabam com a saúde do caminhoneiro:

Não saber onde vai dormir

O sono é fundamental para a vida humana. Dormir bem diminui as chances de hipertensão, ajuda a melhorar a memória, controla a diabetes, entre outras vantagens. Além disso, o seu desempenho físico é melhor depois de uma noite bem descansada e o seu rendimento no trabalho é potencializado.

Por outro lado, se você não dormir direito, seus sentidos ficam prejudicados e os riscos nas estradas para você e para todas as outras pessoas que estão dirigindo são grandes. Você não quer causar um acidente pelo simples fato de não ter descansado direito, quer?

Então, durma bem. Escolha um lugar que lhe satisfaça e que esteja dentro do seu orçamento e repouse por pelo menos 8 horas antes de seguir viagem!

Comer em qualquer restaurante que aparecer na estrada

Na pressa de entregar logo a carga que está sendo conduzida, os caminhoneiros acabam comendo em qualquer lugar — e é aí que mora o perigo. Comidas gordurosas, cuja procedência você não conhece, ou os tão cotidianos fast foods podem atrapalhar o bom andamento da sua viagem.

Na hora de fazer suas refeições, prefira lugares bem conceituados, seja pela crítica ou pelos colegas caminhoneiros. Quando for montar seu prato, escolha saladas e alimentos leves. Bater uma feijoada na hora do almoço e depois rodar por mais 6 horas não é bom para a saúde!

Não fazer exercícios físicos

No seu tempo livre, é interessante tentar fazer algum tipo de atividade física, que seja uma corrida ou uma caminhada. Se quiser ir além, saiba que existem vários exercícios que podem ser feitos em casa ou em um quarto de pousada, é só pesquisar.

Se não tiver disposição para exercícios mais longos, faça pelo menos um alongamento. Mexa os músculos sempre que fizer paradas, para que eles descansem de ficar na mesma posição o dia inteiro. E lembre-se de que não é indicado dirigir por mais do que 2 horas seguidas!

Dirigir “de qualquer jeito”

A postura do caminhoneiro enquanto dirige é importantíssima para a sua saúde. Tente manter a poltrona em um ângulo reto, formando um L com o piso do veículo (ou o mais próximo disso); tenha sempre um apoio para deixar os braços e não descanse o pé esquerdo na embreagem.

Também ajuste o descanso de cabeça para que fique confortável e, de preferência, não use massageadores. A superfície em que você vai passar grande parte do dia deve ser macia e confortável, não dura e desajeitada.

Não planejar sua rota

Esse é um ponto central, que vai determinar a maioria das coisas que já foram citadas neste artigo. Afinal, planejar seu trajeto é fundamental para conseguir encontrar os melhores lugares para dormir e comer e para poder fazer intervalos regulares. Além disso, ao planejar sua rota você seleciona as melhores estradas e os lugares com melhor custo-benefício, podendo ainda economizar uma grana.

Mesmo com a correria, deixar sua saúde em segundo plano é uma péssima ideia. Afinal, não adianta ter serviço e não conseguir realizá-lo porque você passou mal! Então, vá ao médico sempre que possível e faça um check-up completo. A saúde do caminhoneiro tem que estar tão em dia quanto a manutenção do caminhão, para que os dois andem país a fora com o máximo de segurança possível!

E aí, gostou do nosso artigo de hoje? Então assine nossa newsletter e fique por dentro de tudo o que rola no mundo dos caminhoneiros!

Deixe um comentário