998d2bcf6c3a3633_org

Poupar uma grana extra para ajudar a pagar as despesas é uma tarefa árdua para muitos. Se você se vê às voltas com esse desafio, saiba que é possível para motoristas profissionais, que passam tanto tempo fora de casa e podem ser pegos de surpresa durante o trajeto, guardar um dinheiro no fim do mês!

No artigo de hoje, trouxemos algumas dicas para caminhoneiros economizarem nas estradas. Confira!

Escolha a melhor rota

Tudo começa com um bom planejamento. Antes de sair, faça um levantamento das estradas que irá percorrer, a quilometragem que irá rodar, se as estradas são duplicadas ou simples, ou seja, faça um levantamento geral.

Isso é importante porque, às vezes, andar alguns quilômetros a mais, porém em pista dupla, pode ser mais vantajoso, pois os gastos com combustível serão menores. Faça as contas; a escolha do melhor trajeto é fundamental para que você veja seu dinheiro sobrar ao fim do mês!

Planeje suas refeições e suas paradas para dormir

Decidido o trajeto que será feito, é hora de escolher os restaurantes em que você fará as refeições. Você também pode dar uma pesquisada sobre os melhores lugares para parar na hora do seu descanso.

Suponhamos que você vá fazer uma viagem longa, de uns 2 dias de duração. Se você fizer 3 refeições diárias e, a cada uma delas, economizar R$ 5 (o que pode parecer pouco), ao fim do mês, em 25 dias trabalhados, você terá economizado R$ 375 — e isso só com refeições!

A mesma lógica pode ser aplicada em paradas para dormir. Suponhamos que uma hospedagem cobre R$ 70 para passar a noite. Outra, um pouco mais a frente, com os mesmos benefícios, custa R$ 65. Em 25 noites você terá economizado R$ 125.

Mas atenção! Se a primeira hospedagem tem café da manhã incluso e a segunda não, fique na primeira. Um café da manhã reforçado deve ficar mais caro do que os R$ 5 de diferença entre os hotéis.

Abasteça em postos de confiança

Se, na hora de fechar o frete, o combustível já estiver embutido no valor do serviço, analise muito bem onde abastecer. Compare preços, mas fique sempre atento à qualidade do produto adquirido. Não adianta ser mais barato se vai danificar o motor do seu caminhão.

Se o caminhão em que você faz as viagens for de uma frota, é possível que apareça a vontade de abastecer em qualquer lugar, já que o dinheiro de manutenção do veículo não é seu. Porém, espante esse pensamento para longe e aja com profissionalismo. Não se esqueça de que você, caminhoneiro, tem um papel fundamental para a Gestão de Frotas.

Mantenha a manutenção em dia

Não adianta seguir todas as dicas acima se o seu caminhão não estiver com a manutenção em dia. Freios, pneus, motor, ou seja, todo o seu veículo deve estar em excelentes condições de rodagem para não ter surpresas durante a viagem. Lembra-se do ditado que diz que “é melhor prevenir do que remediar”? Pois é, remediar quase sempre sai mais caro.

Viu só quanta grana você pode juntar em apenas um mês, analisando os melhores trajetos, hospedagens, refeição e combustível? São coisas simples e que podem te dar um fôlego para começar um novo período!

E aí, gostou das nossas dicas para caminhoneiros gastarem menos nas estradas? Então assine nossa newsletter e fique cada vez mais informado!

Deixe um comentário