3 dicas de manutenção preventiva para caminhões

caminha deva sendo carregado

Os caminhões são os grandes responsáveis pelo escoamento da produção dos principais produtos cultivados e fabricados no Brasil. Desde os anos 1950, com a expansão econômica implantada por Juscelino Kubitschek, os brutos passaram a ser os grandes donos das estradas.

E tão importante quanto o escoamento da produção, é a manutenção preventiva de caminhões. Sem ela, acidentes se tornam inevitáveis, vários trabalhadores sofrem grandes perdas e, além disso, a produção de muitas fábricas e estabelecimentos comerciais acabam parando.

Para evitar que esse desastre em cadeia aconteça com você, leia este post com algumas dicas de manutenção preventiva de caminhões. Confira:

Antecipe-se aos problemas

Efetuar a manutenção preventiva de caminhões no tempo certo, além de tornar as viagens de trabalho mais seguras, evita que o ganha-pão do caminhoneiro fique indisponível por um tempo indesejado — o que acaba comprometendo bastante o orçamento pessoal e familiar do motorista. Saiba, a seguir, como fazer a manutenção preventiva de caminhões:

Revise diversos itens do caminhão

Manutenção preventiva não se trata de apenas substituir peças, mas sim ter a atenção contínua com diversas peças importantes. Veja os principais itens que devem estar em constante vigilância:

Os filtros de ar e de combustível

Filtros de ar e de combustível sempre limpos é uma das garantias de que o motor continuará sempre potente — isso desde que esteja bem regulado, é claro.

A bomba d’água

É exigido bastante do motor do caminhão quando o veículo percorre longos trechos de rodovias. Em função disso, a bomba d’água deve sempre estar funcionando perfeitamente. Só assim o motor estará sempre resfriado e não sofrerá com problemas muito maiores posteriormente.

A parte elétrica

É muito importante para o caminhoneiro que a parte elétrica esteja funcionando de maneira perfeita. Além de ter componentes importantes para o funcionamento do motor e dos demais itens, é ela que garantirá a segurança e o conforto da viagem, tendo em vista que setas, faróis, limpadores, desembaçadores e até o aparelho de som dependem disso para operarem de maneira correta.

Os freios

Essa dica pode parecer óbvia. Mas além das condições do sistema — que devem ser sempre verificadas —, muitos caminhões têm a opção para que todo o conjunto possa ser regulado. Um acerto bem feito do sistema de freios pode fazer com que as lonas e as pastilhas durem muito mais, além de tornar a frenagem mais eficiente.

O terminal de direção

Um terminal de direção mal regulado pode apresentar folgas. Isso acarreta maior desgaste dos pneus e de várias outras peças, além de poder provocar graves acidentes. Jamais recondicione a barra de direção — esse é um costume perigosíssimo entre vários motoristas e mecânicos!

O motor

Um motor bem regulado economiza combustível, reduz o consumo de óleo, torna o veículo mais potente, e ainda por cima te livra de problemas com a emissão excessiva de gases tóxicos.

Siga as recomendações do manual do proprietário

O manual do proprietário oferece ao caminhoneiro tudo o que ele deve fazer em relação à quilometragem percorrida e ao desgaste das peças. Além disso, seguir as recomendações do fabricante garante que a vida útil dos itens seja muito maior.

Evite economizar com a manutenção do seu caminhão em relação ao que o fabricante recomenda. No fim das contas, se você for colocar no papel, verá que os gastos com reparos são muito maiores do que com uma manutenção preventiva bem feita.

E você, conhece mais alguma dica de manutenção preventiva de caminhões? Compartilhe-as com a gente nos comentários!

Deixe um comentário